domingo, 31 de março de 2013

Cadastro de animais para doação - feira pet sorocaba

Amigos, boa tarde!

A Feira Pet Brasil/Sorocaba 2013 será realizada nos dias 19, 20 e 21
de abril, no Clube União Recreativo Campestre e promete aquecer o
mercado pet.

Além de importante balcão de negócios, representa a oportunidade para
dezenas de animais carentes de encontrar uma família do bem.

A ONG GAMAH, responsável pelas doações, está cadastrando animais. Para
participar do evento, os animais devem estar vermifugados, vacinados e
castrados, limpos e sem pulgas ou carrapatos ou com problemas de pele.
No caso de filhotes será solicitado atestado de saúde assinado por
veterinário.

Para cadastrar um animal na feira o responsável deve escrever para
contato.gamah@gmail.com informando nome, idade, porte e temperamento
do animal.

Já quem tiver interesse em adotar um amigão deve comparecer ao evento
portando documento de identificação com foto e comprovante de
endereço. Após entrevista, deverá assinar Termo de Adoção e
Responsabilidade e receberá orientações sobre guarda responsável de
animais domésticos com médico veterinário. Recomenda-se levar guia e
coleira adequada ao porte do animal que pretende adotar.

A feira acontecerá nos seguintes horários:
Dia 19/04, sexta-feira, 19h às 23h
Dia 20/04, sábado, 14h às 22h
Dia 21/04, domingo, 10h às 22h

Atenciosamente,
Equipe Gamah
contato.gamah@gmail.com

p.s.: Somente poderão participar do evento animais previamente cadastrados.

quinta-feira, 14 de março de 2013

Animal de estimação x bebê: Dicas valiosas para preparar o pet para a chegada do primeiro filho

ANIMAL DE ESTIMAÇÃO X  BEBÊ

 

Dicas valiosas para preparar o pet para a chegada do primeiro filho

 

 

Até a chegada do primeiro filho, o animal de estimação era o centro das atenções. De repente, o bebê passa a ser alvo de todos os mimos e carinho, e o bichinho de estimação passa a ser colocado em segundo plano ou até mesmo negligenciado. Portanto, pequenas mudanças devem ser introduzidas antes mesmo da chegada do bebê, para que o bichinho não se sinta preterido. 

 

"É importante lembrar que o animal estava antes do bebê, assim ele ou eles se ressentirão por não terem mais toda a atenção, isso não significa que esses indivíduos sejam de índole difícil ou mesmo temperamentais. É uma desestruturação em toda a dinâmica emocional da família", alerta a médica veterinária e diretora do CETAC – Centro de Ensino e Treinamento em Anatomia e Cirurgia Veterinária, Elaine Pessuto, que já está preparando seus quatro cães e cinco gatos para a chegada do primeiro filho, em maio de 2013.

 

E nem pensar em excluir o animal de estimação dos preparativos para a chegada do novo membro da família.  Impedir completamente o acesso do animal ao futuro quarto do bebê, só vai gerar ainda mais curiosidade e ansiedade. Alguns animais podem fazer de tudo para tentar entrar no quarto da criança e quando conseguirem são capazes de fazer coisas somente para chamar a atenção, como urinar dentro do quartinho, destruir objetos ou móveis.

 

 "Quando iniciamos os preparativos para receber o bebê, devemos fazer com que o animal participe do processo. Sei que a maioria das mães fica bastante preocupada com a questão da higiene e dos cuidados sanitários, mas é importante manter o animal vacinado, vermifugado e sempre de banho tomado, feito isso ele pode ter acesso aos espaços destinados ao bebê", orienta.

 

O bichinho de estimação pode apresentar mudanças de comportamento desde o momento que percebe a gestação. " Muitos animais notam que suas 'mães' ou tutoras estão diferentes, afinal durante a gestação nosso odor se altera, nossa forma física fica diferente e também nosso padrão vibratório. Alguns ficam mais arredios, outros mais curiosos e outros ainda mais apegados. É importante, nessa fase, manter o animal junto, recebendo carinhos e já mostrando que mudanças vão acontecer. Para animais que costumam deitar na barriga, tentar fazer com que eles percebam os movimentos do bebê e já dizer que o nenê está ali", adverte.

 

Ciúmes, curiosidade, medo ou ainda agressividade são alguns dos diferentes tipos de comportamentos que os animais de estimação podem apresentar.  De acordo com a dra. Elaine, existem diferentes métodos de abordagem para evitar que o animal fique com ciúmes. "O importante é nunca fazer do fato um evento, ou seja, a abordagem deve ser o mais natural possível para evitar traumas e situações estressantes", destaca.

 

Para evitar que animal se sinta preterido e fique ressentido com a chegada da criança é importante fazê-lo entender que a família vai ganhar um novo membro e não um concorrente, alguém que vai roubar o seu lugar. "Quando o bebê ainda estiver na maternidade, o pai deve levar para casa uma peça de roupa usada pelo bebê e entregar para o cão ou gato, para que o animalzinho sinta o cheiro, assim quando a criança chegar já terá seu cheiro reconhecido", recomenda.

 

Após a introdução, o próximo passo é preparar o pet para receber seu novo irmãozinho ou irmãzinha. "Ao entrar com o bebê, apresente a criança, se abaixe na altura do cão e deixe que o animal o cheire, comece pelo pezinho e vá identificando a reação do animal, se ela for positiva permita que ele vá cheirando cada vez mais. Depois disso leve o bebê para o quarto e chame o cão, com palavras em tom carinhoso explique que este é um 'irmãozinho (a)' e que ali é o lugar dele", aconselha.

 

 

Outra dica valiosa, durante o processo de adaptação, é associar a criança a situações agradáveis. "Quando notar que o cão ficou triste, pois espera uma atenção que não teve, o chame para participar. Ao amamentar, por exemplo, coloque o cão próximo e traga um brinquedo ou petisco para esse momento, assim enquanto a mãe amamenta o seu bebê, o cão estará feliz com a atenção e associará positivamente", sugere.

 

Para animais muito ansiosos, ciumentos ou possessivos, é recomendado entrar em contato e conversar com o veterinário de confiança, pois existem diferentes tratamentos alternativos com associação de florais e fitoterápicos para preparar o animal para essas mudanças.

 

Se em algum momento algo inesperado ocorrer, como o animal latir, rosnar e até tentar avançar na criança, é importante manter a calma conforme alerta a dra. Elaine. "Obviamente retire a criança do alcance do animal em caso de tentativa de agressão, mas se foi um latido, repreenda sem gritar, diga que isso assusta o bebê e tente fazer associações positivas, com o uso de petiscos ou brinquedos que devem ser associados ao bebê e não ao adulto envolvido. Devemos evitar as reações exageradas, como por exemplo, gritos, sustos, medos exacerbados porque os animais percebem essas reações e vão agir com insegurança e no caso dos dominantes vão tentar se sobrepor, é importante manter sempre a tranquilidade e a naturalidade", adverte.

 

Manter a rotina do animal também faz parte do processo de introdução do bebê, ou seja, evite mudar hábitos como a frequencia de passeios e brincadeiras. "A rotina do cão deve ser mantida, sei que tudo muda ou no mínimo se altera, mas é importante lembrar que toda e qualquer mudança gera ansiedade e estresse e o cão pode exacerbar essa vibração de forma negativa", finaliza.

 

 

Dra. Elaine Pessuto - CRMV 20060

CETAC – Centro de Ensino e Treinamento em Anatomia e Cirurgia Veterinária

Rua Castro Alves, nº 284 – Aclimação

Tel.: (11) 2305-8666

www.cetacvet.com.br

 

Informações à Imprensa

PMP Press

Tel.: (11) 3801-9103

Cel.: (11) 9 9936-4194 / 9 9187-3994

e-mail: pmpassessoria@uol.com.br

 


segunda-feira, 11 de março de 2013

CURSO DE CROMOTERAPIA PARA USO EM ANIMAIS


 

- Cursos à distância:

- Curso de Florais de Bach para Uso em Animais;

- Curso de Florais de Bach para Uso em Humanos;

- Curso de Cromoterapia para Uso em Animais;

- Curso de Cromoterapia para Uso em Humanos;

- Curso de Aromaterapia para Uso em Animais;

- Curso de Aromaterapia para Uso em Humanos;

- Curso de Cristaloterapia para Uso em  Humanos;

- Curso de Cristaloterapia para Uso em Animais;

- Curso de Fitoterapia para Uso em Humanos;

- Curso de Fitoterapia para Uso em Animais;

- Curso de Terapia de Regressão a Vivências Passadas;

 

Início – estou aceitando inscrições

Curso em 09 módulos e 09 questionários

 

 

 

                                                       

                                           

CURSO DE CROMOTERAPIA PARA USO EM ANIMAIS

 

Criado e ministrado por Martha Follain – CRTH 0243


   Cromoterapia é o tratamento que emprega as cores para manter ou alterar as vibrações dos corpos, tendo como consequência saúde e bem estar. A Cromoterapia restaura e regenera o equilíbrio bioenergético dos campos eletromagnéticos através do uso das cores do espectro solar. É o tratamento que se faz nos corpos físico, emocional, mental e espiritual, utilizando a energia luminosa colorida, para restabelecer o equilíbrio dos chakras e do campo bioenergético dos animais humanos, dos animais não humanos e das plantas.

O ser vivente não é composto, apenas, pelo corpo físico, pois já foi constatado, através da bioeletrografia, que existe um campo eletromagnético que envolve o corpo denso. Esse campo foi chamado de "aura" ou "campo bioplasmático".

A Cromoterapia vem sendo utilizada desde tempos imemoriais, por civilizações antigas: Egito, Índia, China, Grécia, etc., e os resultados de suas aplicações terapêuticas vêm sendo constatados.

 

 

Bioeletrografia da pata de um gato

       CRTH 0243 - CURSO APOIADO PELA ABRATH (Associação Brasileira de Terapeutas Holisticos) – abrangência nacional -  www.abrath.org   

 

 


Programa do Curso:

- Holismo;

- Terapias Não Convencionais;

- Matéria, Energia e Terapias Vibracionais;

- Terapias Vibracionais em Animais;

- Os Animais Pensam e Possuem Sentimentos;

- Saúde e Desequilíbrios nos Animais;

- Domesticação de Animais e suas Consequências;

- Conceito Energia Vital;

- Histórico da Cromoterapia;

- Aura e Chakras nos Animais;

- Corpos Energéticos nos Animais;

- Luz e Cores - Espectrologia;

- O Prisma de Newton e a Transcendência da Luz;

- Características e Propriedades das Cores;

- Equipamentos Utilizados em Cromoterapia;

- Formas de Tratamento com Cromoterapia;

- Aplicação Direta da Luz nos Animais;

- Água Cromatizada para Animais;

- Filtros Coloridos;

- Terapia Alimentar das Cores para Animais;

- Somatizações e Tratamentos com as Cores;

- Cristais e Pedras em Cromoterapia;

- Direitos dos Animais;

- O Terapeuta Holístico – Legislação.

 


Inscrições:

mfollain@terra.com.br 


Ministrante: Martha Follain.

Carga horária: 150 horas/aula



 

Para sua inscrição, envie os seguintes dados:


Nome completo.

Telefone para Contato (com DDD)

Profissão

Endereço completo para correspondência 

Bairro/Cidade/Estado

CEP

E-mail, para onde quer que os módulos e
questionários sejam enviados. Disponibilize dois e-mails.

Duração – o aluno faz seu tempo


CURSOS

1-  O aluno deverá acertar 70% das questões de cada questionário para ser aprovado. Caso assim não aconteça, receberá um questionário adicional e/ou a devolução das questões respondidas erradamente, para refazê-las;

2-  O pagamento parcelado deve ser feito da seguinte forma: ato da matrícula, 30 dias. Exemplo: se o aluno depositou a 1ª parcela no dia 15, deverá saldar as outras parcelas nos subsequentes dias 15 – não importando em que altura esteja do curso (1º, 3º, ou qualqiuer outro módulo);

3-  O certificado será enviado depois da quitação final e entrega/correção de todos os questionários respondidos;

4-  Depois da quitação final e entrega/correção de todos os questionários, o certificado setá enviado pelo correio dentro de 20 dias;

5-  O aluno que pagar o curso à vista, receberá o curso completo, logo após a quitação – mas só receberá o certificado após a entrega de todos os questionários respondidos;

6-  O aluno terá o tempo máximo de 6 meses, a partir da data da matrícula, para finalizar seu curso. Depois desse tempo, caso não o faça, o aluno perderá a quantia paga. Desejando retornar, terá que pagar e começar novo curso. Isto porque os cursos são sempre atualizados;

7- Os cursos objetivando animais são apoiados pela ABRATH (Associação Brasileira de Terapeutas Holísticos - SP), e válidos em todo território nacional;

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Mestiço border collie para adoção - Sorocaba



Lindo mestiço, já está vacinado.
 
Contato com Elaine: nany.crislima@gmail.com
 
 
 
 
__________________________________________
http://www.caododia.com.br/adocao-doacao.php

segunda-feira, 4 de março de 2013

Fwd: Animais para adoção - Protetora Teresa

Assunto: Animais para adoção - Protetora Teresa

Olá! Os amiguinhos abaixo estão precisando de um lar com muito amor:
 
Cachorrinha Pretinha: aproximadamente 1 ano, vacinada e vermifugada, será castrada esse mês
Gatinhas fêmeas (uma cinza e outra preta): aproximadamente 1 mês, vermifugadas, poderão ser adotadas em 1 mês
Gatinhas fêmeas (tigradas, tricolores e pretas): aproximadamente 4 meses, vermifugadas
Gatinho machinho preto: aproximadamente 4 meses, vermifugado
 
Contato com Viviane pelo telefone (15) 9604-4048 ou com Juliana através deste e-mail (ju-rh@hotmail.com).
 
AUbrigada!
 


sábado, 2 de março de 2013

GATOS, GATINHOS e MAIS GATINHOS (Alo_Helo) RJ


> Amigos, necessito da ajuda de todos vocês para que estes animaizinhos encontrem um lindo lar, com amor, onde possam viver suas vidinhas. Peço que me ajudem!
>
> São todos filhotes , com 2-3 meses, vermifugados, vacinados de acordo com a idade e com castração gratuita garantida, posso também já doar castrado.
>
> São alegres, mansos, muito meigos, gostam muito de colo.
>
> Foram resgatados num estado deplorável, um deles, o cinza chumbo perdeu um olhinho por infecção (é adoção especial), mas estão bem agora.
>
> Por favor, me ajudem divulgando, divulgando, divulgando, ou pelo menos passando este e-mail para 1 amigo que goste de gatinhos, muito obrigada!
>
> Beijos.
>
> Helô.
>
> heloisabc@gmail.,com
> alô helô (21) 9522-0431 (tim)