sexta-feira, 14 de setembro de 2012

A importância da microchipagem em cães e gatos

CETAC passa a utilizar o aparelho Back Home, da Virbac

 

A microchipagem em cães e gatos tem como objetivo a identificação do animal em um cadastro único de banco de dados. O microchip é importante em casos de perda ou roubo do animal, além de ser necessário para emissão de passaporte obrigatório para os animais que vão entrar na Comunidade Européia, Japão e outros países.

 

"O aparelho Back Home/Virbac é um sistema de microchipagem que utiliza um leitor, fazendo a leitura do transponder (microchip) implantado no animal; este chip tem um número que está registrado em um banco de dados mundial. Assim, um cão ou gato perdido em qualquer cidade pode ser encontrado e seu dono localizado através do sistema", esclarece a veterinária Elaine Pessuto, diretora clínica do CETAC - Centro de Ensino e Treinamento em Anatomia e Cirurgia Veterinária. Todos os cães do CETAC - Paco, Lineu, Violeta, Aquiles, Pedrinho e Max - já foram chipados.

 

De acordo com a veterinária Elaine Pessuto, o microchip é aplicado sob a pele, próximo à nuca do animal. "É um produto completamente atóxico. A aplicação é indolor, rápida e segura".

 

O microchip utilizado pelo CETAC é o transponder BackHome da Virbac, que obedece rigorosamente os padrões internacionais ISO 11784. É revestido por um polímero bio-compatível, por isso não quebra nem migra sob a pele, oferecendo muito mais segurança ao animal. Possui um banco de dados mundial para cadastramento de animais identificados eletronicamente, que é feito através do site www.backhome.com.br.

 

Esse banco de dados traz informações sobre o animal e o proprietário. "O cão chipado, quando encontrado, oferece dados de seu dono, como contato e endereço. Desta forma aumentam-se as chances para encontro de animais em fuga e perdidos. O CETAC, assim como a Virbac, visa o bem estar animal focando e informando sobre a posse responsável. Acreditamos que se todos os animais forem chipados existe uma maior chance dos bichos perdidos voltarem para casa, diminuindo os índices de cães abandonados e acidentados", esclarece a Dra. Elaine.   

 

 

O CETAC também oferece aulas que orientam sobre legislação, denúncia e posse responsável. "Acreditamos que mostrando que nossos animais também são chipados, que o processo é indolor e não causa danos à saúde, podemos incentivar ainda mais a prática. Os CCZ também chipam animais quando os castram e gratuitamente", revela a Dra. Elaine.

 

O valor da microchipagem é de R$ 150,00.

 

         Serviço:

         CETAC – Centro de Ensino e Treinamento em Anatomia e Cirurgia Veterinária

         Rua Castro Alves, nº 284 – Aclimação – São Paulo/SP

         Tel.: 11 2305-8666

         www.cetacvet.com.br 

 

         Informações à Imprensa

 

         PMP PRESS               

         Ricardo Mangold 

         Tel.: 11 3801-9103/ 99187-3994

         e-mail: pmpassessoria@uol.com.br

 

Nenhum comentário: