quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Fim do Late Show

Em coletiva com a imprensa, realizada na manhã desta quarta-feira (6), Luisa Mell falou sobre o final de seu contrato com a Rede TV! e criticou a "falta de ética" da emissora, por  dispensá-la sem aviso prévio. A apresentadora ainda confessou que sempre se sentiu a gata borralheira da casa.

Falta de respeito

"Acabaram com o programa, sem o menor respeito com os telespectadores", lamentou Luisa, logo no início da entrevista.

"Eu, sinceramente, leio tudo que está saindo na imprensa sobre o fato de que pediram a minha cabeça. Mas, não sei de nada disso e não quero mesmo saber. O que sei, é que, em julho, meu contrato foi renovado automaticamente. Depois, no dia 1º deste mês, eles simplesmente expulsaram minha equipe da sala de edição, com o programa pronto, e eu fui comunicada por telefone que não trabalha mais lá. Foi assim que tudo aconteceu", conta ela.

"Na sexta-feira (dia 1º), ligaram pro meu celular e simplesmente me avisaram: 'Luisa, acabou o programa. A Rede TV! não quer mais o programa. Acabou'! Tanto é que,  esta semana, eu ainda tenho que ir à emissora para rescindir o meu contrato", explicou ela.

Depois de seis anos na RedeTV!, Luisa afirma que o Late Show tinha ótimos pontos de audiência e bons patrocinadores, o que não justifica sua súbita retirada do ar. Emocionada, ela disse que já recebeu várias propostas de outras emissoras, estudará uma a uma e, se preciso, também irá à luta atrás de um outro lugar que tenha interesse em seu potencial.

Desempregada e assustada

 "Estou assustada, é lógico! De uma hora pra outra, estou desempregada, como milhares de brasileiros deste país", desabafou.

A autoria do projeto e registro do nome Late Show foram discutidos, durante a entrevista. Luisa explicou que, embora se trate de uma criação sua, o registro da idéia e nome Late Show pertencem à Rede TV!. Caso ela assine com outra  emissora, terá que criar uma nova estrutura para a atração, bem como buscar outro nome.

"O programa é meu, mas eles patentearam o nome Late Show, embora a idéia tenha sido do meu pai", declarou.

Não bastasse o problema de encontrar outro trabalho, Luisa falou ainda sobre sua responsabilidade com os telespectadores de seu programa:

"O que me preocupa mesmo, é que o programa não é apenas uma atração de televisão. Ele teve um impacto social. Muitas pessoas procuravam nossa produção, em busca de ajuda. Tenho comigo 100 animais que estavam na lista de adoção do programa, e agora não sei mais o que vou fazer com eles. É uma situação desesperadora ", disse Luisa, afirmando que seguirá em frente, com sua luta de proteção aos animais.

"Nós estamos agendando entrevistas em vários programas de tevê, para pedir ajuda a esses animais que o Late Show se comprometeu em ajudar", declarou Sandra Zatz , mãe e  assessora de Luisa Mell.

Gata Borralheira x  Super Pop?

 Questionada se tem planos de ir ao programa Super Pop, comandado por Luciana Gimenes, na Rede TV!, para falar sobre seu futuro, Luisa Mell sorriu. Disse que nunca foi convidada para a atração, nos longos anos que trabalhou  na empresa, e agora, após sua demissão, certamente não teria espaço.

"Eles nunca me chamaram, e agora então é que não vão me convidar mesmo, não é? Eu sempre fui a gata borralheira da casa, não tem jeito", desabafou.

Feira de adoções

Na tentativa de resolver a situação dos 100 animais que estão sob a responsabilidade do programa, Luisa Mell está organizando uma feira de adoções. O evento está marcado para o dia 30 deste mês, no Pet Center Animal, que fica na  Av. Presidente Castelo Branco, 1795  - Pari - São Paulo - SP. Telefone para informações: (11) 2797-7400

Nenhum comentário: