terça-feira, 26 de agosto de 2008

Doação - macho mestiço pastor

Vejam que lindo mocinho!
 
Quem quiser adotá-lo, entrar em contato com a Valéria pelo telefone (15) 3011-9041 ou vafo@uol.com.br
 
Obrigada!

Lar temporário para LECO e LUQUINHA - SHB

QUERIDOS AMIGOS E COLABORADORES,
 
Precisamos, uma vez mais, da ajuda de todos vocês na acolhida de 2 de nossos protegidos.
 
 
O gato LECO é um machinho (já castrado) que passou praticamente toda a sua vida preso: num banheirinho de empregada e agora numa gaiola porque não tem pra onde ir. Ele é um animal que precisa de muito carinho, pois não sabe muito bem o que fazer quando tem mais liberdade. Dessa forma, precisamos de alguém que tenha paciência e que o ensine a "conviver" com outros animais.
 
 
LUQUINHA é um cão muito esperto, mistura com Fox. Ele é super-ativo, por isso, precisa de um ambiente imune a "fugas"! Não está castrado e adora "sair pra namorar". É muito brincalhão e alegre, mas está triste porque também está preso, aguardando quem possa recebê-lo.
 
 
Se você puder ou sabe de alguém que possa ajudar a esses animais, por favor, entre em contato conosco, RESPONDENDO A ESTE E-MAIL.  A SHB dará o suporte necessário ao LAR TEMPORÁRIO (ração, areia, etc.).
 
AJUDEM-NOS REPASSANDO ESTE MENSAGEM A TODOS OS SEUS AMIGOS!!!!
 
Muito obrigado, SHB.

--
Sociedade Humanitária Brasileira
SHB
www.shb.org.br
Brasília - DF

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

LUA - resgatada!

 
Está é a LUA, menina jovem, adolescente ainda, rodando na rua atrás das pessoas.

LUA nova, perto de ter o primeiro cio e ficar numa situação muito difícil na rua.

LUA linda, com carinha faceira, alegre e carente, amiga e tranquila.

LUA hoje expeliu saco plástico nas fezes, é a fome que faz estes animais comerem besteiras nas lixeiras da cidade.

LUA magra mas em breve, LUA cheia!!!!

LUA preparando-se para sua adoção!!!!
Para seguir seu caminho feliz!

---------------------------------------------------------------

Amigos, cada resgate é um gasto inicial: ração, vermífugos (1a. e 2a. doses pelo menos), vacina (s), no plural dependendo do tempo que eles ficam conosco, castração, hemogramas e tratamento se houver necessidade. Fora os casos mais graves com cirurgias, etc.

É difícil, mas não impossível, cada animal resgatado é um a menos nas ruas, uma fêmea ou um macho que gerariam mais filhotes, mais sofrimento.

Difícil os governantes entenderem que a EDUCAÇÃO e a ESTERELIZAÇÃO podem minimizar tantos problemas.

Os cães e gatos são animais que foram domesticados pelo homem, passaram a viver conosco e temos responsabilidade sobre isto.

Os governantes necessitam entender isto, é um problema social sim, das cidades, todas, grandes e pequenas e que não dá mais para fazer "vista grossa".

Educar para não se abandonar, para se cuidar com amor e carinho, esterelização para não se proliferar, não existem famílias para abrigar todos os filhotes de cães e gatos do mundo, gerando então abrigos lotados, onde poucos fazem papéis de muitos.
 
Abs/bjs.
 
Helô

heloisabc@gmail.com
AlÔ HelÔ (21) 9522-0431
 

 

 


FEIRA DE ADOÇÃO - SHB

PRÓXIMA FEIRA DE ADOÇÃO DE CÃES E GATOS!!!!!
 
A SHB vai realizar uma FEIRA DE ADOÇÃO DE CÃES E GATOS junto à pet Mon Petit, na comercial da SQS 311, das 9h às 13h, neste sábado, dia 23/08!!!
 
 
Venha conhecer o nosso trabalho!!
 
Traga a sua colaboração: ração, medicamentos, produtos para o nosso BAZAR...
 
 
Nossos bichinhos vão estar lá, esperando uma família carinhosa que os acolha, que lhes dê a chance de ter uma nova vida!!!! É o caso do gato LECO (veja foto), já castrado.

--
Sociedade Humanitária Brasileira
SHB
www.shb.org.br
Brasília - DF

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

BEBEZINHOS para doar - RJ

 
MIUCHA está se recuperando de uma severa anemia, será preparada para adoção, não é fofinha?
Será doada, vermifugada, vacinada e castrada.

Quer adotar esta lindinha? Na foto suja de papinha!!

Informações:
heloisabc@gmail.com
AlÔ Helô (21) 9522-0431

 
foto de alo_helo em 19/08/08
 
 
 
 
 
Billy tem 3 meses, é esperto, brincalhão, aceita gatos e adora crianças, como toda criança!
Está vermifugado, vacinado e com castração garantida aos 6 meses.

Para mais informações sobre o BILLY, direto com a protetora dele, JUliana: 21 8297-6857 ou pelo email:
ju_est@hotmail.com


Amigos, ajudem na divulgação, por favor!!!


foto de alo_helo em 20/08/08
 

--
Atenciosamente

Fernando Francisco de Oliveira
Administrador do "Cão do Dia & Cia"
www.caododia.com.br

MSN :fernando_f_oliveira@hotmail.com

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

MAIS um RESGATE - SARA

Ela é toda amarelinha, tem o pelinho de arame, meio enroladinho, com um bom trato e tesoura ficará muito bonita.

Parece ser jovem, é muito pequenina, uma grande misturinha, tem as pernas pequeninas.

Tem olhos e focinho marrons, um olhar muito doce.

Está muito cansada e por baixo do pelo percebi magreza e ossos expostos.
Não tem mais do que 5 quilos. É um toquinho de cadela.

Gosta de gente, está comigo dentro de casa direto, me seguindo, não se importa com outros cães e com gatos se dá bem, não demonstrou nem interesse neles.


Parece que está muito cansadinha, é muito meiga e adora um carinho!
Dorme como um anjinho e fico eu aqui pensando como é ser um animal tão pequenino e estar na rua sozinho, sem água, comida, cama, teto, carinho e proteção.
Não dá para passar e não resgatar, e pensar que um animal deste está há dias na rua ...

Ela estará se preparando para adoção e em breve poderá ser encaminhada para uma VIDA FELIZ.

Quer adotar a SARA???

heloisabc@gmail.com
 (21) 9522-0431

Beijos/abraços a todos.

Helô.

www.fotolog.com/alo_helo


quinta-feira, 14 de agosto de 2008

TOM para ADOÇÃO

Oi Amigos, estou aqui de novo, agora para divulgar este cãozinho.
 
Tenho recebido muitos pedidos para lar temporário, além dos que vejo necessitando de uma ajuda,  e sem doar não posso receber mais nenhum.
Fico bastante triste com tantos animais necessitando de ajuda, atropelados, machucados, maus tratos, ou abandonados, moradores de rua.
 
Este mesticinho de poodle, porte médio, tem no máximo 12 quilos, a quem dei o nome de TOM, por ter na véspera escutado tanto sobre Tom Jobim, está se preparando para adoção.
 
Ele não está mais com este pelinho feio e embolado, está tosado, limpo, sem pulgas, tomou vermífugo e está num lar temporário, será vacinado amanhã e será doado castrado.
 
Mas se você se interessou por favor me escreva ou me telefone.
 
Posso enviar mais fotos dele, também tosado.
 
Seu temperamento é o de um grande amigo e companheiro, adora pessoas, quer ficar por perto, se dá com cães e com gatos (na foto Amora está lá atrás), portanto não vejo problemas se você tem outro animal ou gatos em casa, também pode morar em apartamento, anda bem na guia e é muito amigo mesmo, esperto, além de obediente.
É branquinho e tem as orelhas meio escuras.
 
Mais informações: heloisabc@gmail.com
(21) 9522-0431
 
Entrego animais no Rio, Niteroi, Petrópolis e se for adulto até em outro estado.
 
Agradeço muito e peço para repassar para 1 amigo que curta animais.
 
 
Helô Borges.


sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Animais morrem abandonados no J. São Marcos - Cubatão

http://www.petitiononline.com/cubatao/petition.html

 "Tem cachorro comendo gato pra sobreviver", diz moradora

O Jardim São Marcos, em Cubatão praticamente já não existe mais. Poucos habitantes ainda resistem, em acomodações precárias, sem água e sem energia elétrica, no antigo núcleo encravado no meio do Pólo Industrial, aguardando uma definição de seus destinos. Daquela situação de miséria extrema e riscos físicos e sociais, pouco resta, além de uma triste lembrança e dos escombros das demolições. Porém, em meio às ruínas do que já foi um dos bairros mais carentes do município, ainda há vidas em risco no local, mesmo que não humanas. Os animais de estimação dos antigos moradores continuam no bairro, abandonados. São dezenas de cães e gatos morrendo de fome, sede, tristeza e abandono, formando um cenário cruel e inaceitável.
De acordo com os moradores que foram transferidos do Jardim São Marcos para o Jardim Real, a Prefeitura não permitiu que eles levassem os seus animais de estimação para as novas moradias. "Disseram que logo após a nossa saída, a 'carrocinha' (viatura do centro de Zoonoses) iria pegar os animais e levá-los para um local adequado e seguro. Mas não foi isso que aconteceu. Deixaram os nossos bichinhos lá, pelas ruas, morrendo de fome e sede. Isso é um crime", disse Josefa Silva.
Dona Maria Aparecida, ex-moradora da Raiz da Serra, disse que alguns animais ainda não morreram de fome, "porque estão se devorando para sobreviver". Segundo a moradora, os responsáveis pela carrocinha disseram que não têm como abrigar todos os animais.
Diante disso, muitos moradores (sobretudo os que moram no pavimento térreo, retornaram para buscar seus animais. "Mas afirmaram que virão buscar os animais. Tenho certeza que todos gostariam de trazer seus animais para morar aqui, mas somos proibidos de ter animais. Eles devem pensar que é algum tipo de crime cuidar dos pobres animais que nos acompanharam a vida inteira. E o que estão fazendo, não é crime, não é crueldade? Soubemos que muitos estão morrendo de sede e fome aos poucos. Isso é um absurdo e uma tortura para eles e para nós, que sabemos que nossos amigos vão morrer e ficar lá como se fosse lixo... Tem cachorro comendo gato pra sobreviver", desabafa Maria Aparecida.
José Bento Moreira, que deixou uma cadela de apenas sete meses prenha, disse quase em lágrimas que não queria deixar sua cadela, ainda mais nesse estado. "Não sei o que será dela e dos filhotes, se conseguirem nascer; porque também não sei se a Pipoca vai morrer de fome ou não. Cuidava dela desde pequena com muito carinho.
A última esperança - De fato, tão logo se chega ao extinto São Marcos, já é possível constatar a grande quantidade de animais domésticos se aglomerando em torno das edificações que ainda existem no local. Basta alguém se aproximar e eles, mesmo um tanto amedrontados, logo acorrem em grupo, ganindo de fome e em busca de afagos. Muitos ainda sobrevivem graças à ação de pessoas como Elizabeth Oliveira Arcênio e Geraldo Garcez, que, com o pouco que conseguem, tentam minimizar o sofrimento dos bichos.
Ambos confirmam a morte de muitos animais e creditam a sobrevivência dos demais a José Reis, um senhor já de idade avançada, que é a última – e única – esperança de vida para esses seres.

Diariamente, ele vai de barraca em barraca que sevem os caminhoneiros recolhendo restos de alimentos para levar aos cães e gatos do São Marcos. "Na verdade, é uma lavagem. Qualquer pessoa que queira adotar um animal de estimação, podem se dirigir diretamente ao Jardim São Marcos. Lá podem ser encontrados gatos e cachorros de todos os tamanhos. Ou, podem entrar em contato cmg pelo e-mail drykaveg@yahoo.com.br ou gs.drica@gmail.com.

Abaixo o link do abaixo assinado virtual por uma ação concreta da prefeitura de Cubtão, quer puder assinar tbm é válido!
http://www.petitiononline.com/cubatao/petition.html



quinta-feira, 7 de agosto de 2008

SP: Adoção SRD

 
Por favor, ajudem a encontrar um lar para ela.
 
Informações direto com a adotante:
 
Cynthia
tel: 11 9634-6746
e-mail: cynthiagarbin@hotmail.com

Fiquem com DEUS.
 
 

Estou doando uma cachorrinha, de mais ou menos 2 meses, mestiça de poodle com alguma coisa rs
 
O porteiro da empresa que eu trabalho me contou que ela apareceu ontem (06/08) de madrugada e ficou rondando o portão até o período da tarde. Ninguém sabe de onde ela veio.

Quando estava indo pra casa brinquei um pouco com ela e então ela me seguiu até o ponto de ônibus.

Ela é muito amorosa, brinca com todo mundo e como tinha chovido e estava com as patinhas sujas de barro, acabava sujando as pessoas quando brincava. Então, começaram a chutar o bichinho quando ele se aproximava. Fiquei com dó e consegui uma carona para levá-la para minha casa.

Deixei ela na garagem a noite toda. Ela dormiu numa caixa de papelão, em cima de uma velha blusa de lã e até comeu ração sem problema. Não deu trabalho nenhum. Só chorou um pouco quando deixamos ela sozinha mas parou em menos de 5 minutos.
 
Ela é muito amorosa, brincalhona e também muito medrosa. Se esconde de pessoas novas mas logo se acostuma.

Não morde, late apenas quando alguém brinca com ela. Não é um cachorro barulhento.
 
Gente, ela precisa de um lar. =)
 
Se alguém quiser ou souber de alguém de confiança que possa ficar com ela... por favor me fale.

Ela é tão bonitinha, eu ficaria sem problemas se a minha poodle não ficasse quase doente com a presença dela.
 
Por favor ajudem!
 
Obrigada!
 
Cynthia
tel: 11 9634-6746
e-mail: cynthiagarbin@hotmail.com

Fim do Late Show

Em coletiva com a imprensa, realizada na manhã desta quarta-feira (6), Luisa Mell falou sobre o final de seu contrato com a Rede TV! e criticou a "falta de ética" da emissora, por  dispensá-la sem aviso prévio. A apresentadora ainda confessou que sempre se sentiu a gata borralheira da casa.

Falta de respeito

"Acabaram com o programa, sem o menor respeito com os telespectadores", lamentou Luisa, logo no início da entrevista.

"Eu, sinceramente, leio tudo que está saindo na imprensa sobre o fato de que pediram a minha cabeça. Mas, não sei de nada disso e não quero mesmo saber. O que sei, é que, em julho, meu contrato foi renovado automaticamente. Depois, no dia 1º deste mês, eles simplesmente expulsaram minha equipe da sala de edição, com o programa pronto, e eu fui comunicada por telefone que não trabalha mais lá. Foi assim que tudo aconteceu", conta ela.

"Na sexta-feira (dia 1º), ligaram pro meu celular e simplesmente me avisaram: 'Luisa, acabou o programa. A Rede TV! não quer mais o programa. Acabou'! Tanto é que,  esta semana, eu ainda tenho que ir à emissora para rescindir o meu contrato", explicou ela.

Depois de seis anos na RedeTV!, Luisa afirma que o Late Show tinha ótimos pontos de audiência e bons patrocinadores, o que não justifica sua súbita retirada do ar. Emocionada, ela disse que já recebeu várias propostas de outras emissoras, estudará uma a uma e, se preciso, também irá à luta atrás de um outro lugar que tenha interesse em seu potencial.

Desempregada e assustada

 "Estou assustada, é lógico! De uma hora pra outra, estou desempregada, como milhares de brasileiros deste país", desabafou.

A autoria do projeto e registro do nome Late Show foram discutidos, durante a entrevista. Luisa explicou que, embora se trate de uma criação sua, o registro da idéia e nome Late Show pertencem à Rede TV!. Caso ela assine com outra  emissora, terá que criar uma nova estrutura para a atração, bem como buscar outro nome.

"O programa é meu, mas eles patentearam o nome Late Show, embora a idéia tenha sido do meu pai", declarou.

Não bastasse o problema de encontrar outro trabalho, Luisa falou ainda sobre sua responsabilidade com os telespectadores de seu programa:

"O que me preocupa mesmo, é que o programa não é apenas uma atração de televisão. Ele teve um impacto social. Muitas pessoas procuravam nossa produção, em busca de ajuda. Tenho comigo 100 animais que estavam na lista de adoção do programa, e agora não sei mais o que vou fazer com eles. É uma situação desesperadora ", disse Luisa, afirmando que seguirá em frente, com sua luta de proteção aos animais.

"Nós estamos agendando entrevistas em vários programas de tevê, para pedir ajuda a esses animais que o Late Show se comprometeu em ajudar", declarou Sandra Zatz , mãe e  assessora de Luisa Mell.

Gata Borralheira x  Super Pop?

 Questionada se tem planos de ir ao programa Super Pop, comandado por Luciana Gimenes, na Rede TV!, para falar sobre seu futuro, Luisa Mell sorriu. Disse que nunca foi convidada para a atração, nos longos anos que trabalhou  na empresa, e agora, após sua demissão, certamente não teria espaço.

"Eles nunca me chamaram, e agora então é que não vão me convidar mesmo, não é? Eu sempre fui a gata borralheira da casa, não tem jeito", desabafou.

Feira de adoções

Na tentativa de resolver a situação dos 100 animais que estão sob a responsabilidade do programa, Luisa Mell está organizando uma feira de adoções. O evento está marcado para o dia 30 deste mês, no Pet Center Animal, que fica na  Av. Presidente Castelo Branco, 1795  - Pari - São Paulo - SP. Telefone para informações: (11) 2797-7400

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Operação "Bicho Bom" reprova 9,9 % de produtos para animais

Operação "Bicho Bom" reprova 9,9 % de produtos para animais

Fiscalização verificou a quantidade em 121 lotes de produtos de uso
veterinário e alimentação para animais domésticos (Capital) e de criação
(interior), nos dias 4 e 5 de agosto. Maior irregularidade foi encontrada
nos exames realizados pelo laboratório da capital. Falta em média de
13,26% nas embalagens do shampoo para cães da marca "Dog Clean".

A operação "Bicho Bom" do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São
Paulo (Ipem-SP), autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e da Defesa
da Cidadania, verificou a quantidade existente nas embalagens de 121
lotes de produtos de uso veterinário e alimentação para animais
domésticos (Capital) e de criação (interior), nos dias 4 e 5 agosto. A
fiscalização ocorreu em oito laboratórios do Ipem no Estado. O índice de
reprovação desta operação foi de 9,9%.

Um total de quatro lotes foi reprovado por apresentaram erros na média
das amostras analisadas pelos fiscais do instituto. As demais
irregularidades (oito) ocorreram em embalagens individuais dos produtos,
que não chegam a comprometer a média das amostragens.

A maior irregularidade foi encontrada pelo laboratório da Capital, que
verificou 39 lotes de produtos para animais domésticos ("pets"), cães,
gatos, peixes, répteis, roedores, entre outros. As cinco amostras de 700
mililitros do shampoo suave neutro "Dog Clean", da Indústria de Produtos
Veterinários Dog Clean Ltda., estavam em média 92,8 mililitros (13,26%)
abaixo da quantidade indicada na embalagem.

No interior a operação foi voltada para os animais de criação. No
laboratório de Campinas os técnicos do Ipem-SP examinaram 12 lotes de
produtos destinados a eqüinos. As dez amostras de 20 mililitros do
carrapaticida, mosquiticida, inseticida e piretróide "Fort Dodge", da
Fort Dodge Saúde Animal Ltda. estavam em média 0,7 mililitros (3,5%)
abaixo do declarado na embalagem.

O laboratório de Presidente Prudente examinou 12 lotes de produtos
destinados a aves (exceto aves canoras e papagaios). Faltava em média 1
mililitro (2%) nas 14 amostras de 50 mililitros do suplemento vitamínico
líquido para alimentação animal "Cal Gold", da empresa Vida Real Saúde
Animal Ltda.

O laboratório de São José Rio Preto examinou 12 de lotes de produtos
destinados a ovinos, caprinos e coelhos. Faltava em média 16,1 mililitros
(1,61 %) nas 14 amostras de 1 litro do anti-helmíntico suspensão oral
"Oxfaden", do laboratório Bio-Vet S/A.

O laboratório de Ribeirão Preto e São José dos Campos analisaram
respectivamente 12 lotes de produtos destinados a bovinos e nove lotes de
produtos destinados a aves, e foram encontrados apenas erros individuais
em dois lotes de produtos, que não comprometiam a média das amostras
analisadas. Nos laboratórios de Bauru e São Carlos, os técnicos
analisaram 25 lotes de produtos destinados a suínos e bovinos,
respectivamente, e não foi encontrada irregularidade na quantidade dos
produtos.

Saiba mais

Em agosto de 2007, uma operação do Ipem, menos abrangente do que a atual,
voltada para produtos destinados a animais domésticos, examinou 56 lotes
e nove apresentaram erros quantitativos. O índice de irregularidade na
ocasião foi de 16,07%.

Cada lote analisado nas operações do núcleo de pré-medidos do Ipem-SP
pode conter de 5 a 80 unidades, dependendo da quantidade existente no
local no momento da coleta efetuada pelos fiscais do Ipem. As empresas
irregulares foram autuadas e notificadas a retirar imediatamente os lotes
de produtos defeituosos dos pontos de venda.

Há um prazo dez dias para apresentação de defesa junto à superintendência
do instituto. Após esse período, há uma análise jurídica e administrativa
para aplicação de penalidade administrativa, que varia de R$ 100,00 ao
pagamento de multas de até R$ 50 mil, dobrando na reincidência.

Em caso de dúvidas, reclamações ou denúncias, o consumidor pode recorrer
ao serviço da ouvidoria do Ipem pelo telefone 0800 0130522 de segunda a
sexta, das 8h às 17h, ou enviar e-mail para: ouvidor-ipem@ipem.sp.gov.br.

No site www.ipem.sp.gov.br, além de informações sobre toda a legislação
metrológica e da qualidade vigentes no país, estatísticas de
fiscalização, orientações ao cidadão e empresários, o interessado pode
levantar detalhes das ações diárias do instituto.

Assessoria de Comunicação do Ipem-SP

Paulo Antunes
(11) 3581 - 2013 // 9997 - 7455
pantunes@sp.gov.br

Lauro Marques
(11) 3581 - 2181 // 7133 - 6835
lmarques@sp.gov.br

Taís Borges (11) 3581 - 2253
tais-ipem@ipem.sp.gov.br

DAMA precisa de você!! SHB

QUERIDOS AMIGOS E COLABORADORES,
 
Estamos uma vez mais recorrendo a vocês para que nos ajudem com a cadelinha DAMA. Ela está com a "doença do carrapato" (erlichiose) e precisa de um cuidado mais atencioso. Seu tratamento consiste em dar-lhe dois medicamentos: Hemolitan e Doxiclina, além de uma boa comida e muito, muito carinho!!!!
 
A erlichiose não é transmitida a outros animais, mas acreditamos que a DAMA, por estar tão debilitada e estressada (está internada em clínica, fazendo exames) pode estranhar a presença de outros cachorros. Por tanto, o ideal seria não mantê-la em  contato principalmente com outros cães.
 
SE VOCÊ PUDER SER ESSE ANJINHO NA VIDA DE DAMA, por favor, entre em contato conosco o mais rápido possível.
 
O período do LAR TEMPORÁRIO seria o do tempo do tratamento (+ ou - 1 mês). A SHB dará toda a assistência necessária com comida e medicamentos!!
 
PS.: A foto em anexo é do tempo que a DAMA estava bem, agora ela está magrinha e abatida.
 
DAMA precisa da sua ajuda!!!!!
 
 
REPASSEM ESTA MENSAGEM A TODOS OS SEUS AMIGOS!!!!
 
Aproveitamos a oportunidade para informar que vamos participar de um BAZAR beneficente no próximo sábado, dia 09/08, na comercial da 103 do Sudoeste (maiores informações no site). NÃO VAMOS TER ANIMAIS PARA ADOÇÃO NESTE EVENTO, pois o objetivo é angariar recursos para pagamento de tratamentos em clínica veterinária. Contamos com a participação e o auxílio de todos na divulgação deste BAZAR!!!!
 
Obrigado, SHB.

--
Sociedade Humanitária Brasileira
SHB
www.shb.org.br
Brasília - DF

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Doação de animal - PITBULL - Sorocaba

Preciso muito da orientação de vocês no sentido de me auxiliarem a encontrar solução para o meu problema. Moro em Sorocaba/SP, tenho um pit bull "Red Nose", adulto (com 2 anos), vacinado, super saudável, cuido dele desde filhote, é um cão dócil comigo, sempre foi, mas de temperamento agressivo com as outras pessoas da casa. Moro em Sorocaba, mas a cerca de 3 meses comecei a trabalhar em SP, onde passo a semana, tem uma pessoa que cuida dele para mim, mas esta pessoa se limita a dar água e comida, todas as pessoas da casa têm medo dele e não tenho mais condições de mantê-lo, já anunciei "n" vezes para doação, mas ninguém se interessa por ser um pit bull.
 
Sinceramente não sei o que fazer, ele tem um aspecto de fato assustador, é forte, grande e ameaçador, embora comigo, que o criei, seja sempre dócil. Tenho um filho de 2 anos e me preocupa um pouco deixá-lo perto do cachorro. Vocês poderiam me ajudar, existe algum abrigo em Sorocaba onde eu poderia encaminhá-lo, vocês tem algum serviço profissional de encaminhamento para esses casos ?
Agradeço desde já pela atenção
Plinio Victor
victor.plinio@gmail.com

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Cãozinho Perdido : Pituco - Lhasa Apso

Nome: Pituco
Raça: lhasa apso
Cor: branca
Particularidade: não possui a pata esquerda dianteira
Desaparecido hoje (01/08/08) na Vila Santana - Sorocaba _,
nas proximidades da Igreja de Santa Rita.
Contato c/ Ivani F.: (15) 9703-7496 ou Rita (.Bunnys Pet)
F (15) 3224-1102.
Proprietários inconsoláveis,
 

Cães abandonados preocupam vizinhança na Vila Santana

-------- Mensagem original --------
Assunto: Cães abandonados preocupam vizinhança na Vila Santana
Data: Fri, 1 Aug 2008 17:36:30 +0000
De:
Referências: <004b01c8f3fa$c6157e10$7f0605bd@wincee9c60a000>

Subject: Cães abandonados preocupam vizinhança na Vila Santana
 Date: Fri, 1 Aug 2008 14:19:31 -0300
 
 Olá amigos protetores, da causa animal.
 
 Acabei de chegar do local, fotografei a casa. Quem quiser pode conferir em  meu álbum.
 
 Realmente o estado é deplorável e vi um dos cães com aparência nítida de  desnutrição e maus tratos.
 Vamos tomar alguma providência? Isso vai continuar assim??????
 
 Matéria na íntegra:
 http://www.cruzeironet.com.br/materia.phl?editoria=34&id=107217
 
 O caso é emergencial.
 
 Tô absurdada com a irresponsabilidade e falta de consciência das pessoas e  com o descaso q ainda sofremos por nao termos apoio e estruturas para fazer  esse tipo de salvamento.
 
 Aguardo retorno e estou a disposição para tentarmos salvar essas vítimas da  ignorância humana.
 
 Aninha Koury.